O papa Bento 16 renunciou ao cargo. E agora?

1

papabento

(IMAGEM: Wikimedia Commons)

Por que o papa renunciou?
Não ficou claro. Segundo o anúncio que ele fez, porque ele não consegue mais dar conta das exigências da posições que ele ocupa. Ser papa envolve viajar muito, fazer muitas reuniões e ter de lidar com um monte de papelada. Além disso, Joseph Ratzinger já é idoso e tem vários problemas de saúde. Outro motivo apontado por especialistas é que o atual papa não conseguiu modernizar a Igreja e resolveu passar essa missão para um sucessor.

Ele pode renunciar?
Pode. Fazia 600 anos que não isso acontecia, mas essa possibilidade está prevista. Geralmente, só se escolhe um novo papa quando o atual morre.

O que vai acontecer agora?
Um grupo de cardeais (bispos conselheiros) vai assumir as funções do papa. Haverá uma nova eleição onde 118 cardeais votarão para eleger um novo comandante para a Igreja Católica. Esse processo se chama conclave e acontece no mês que vem.

O que significam a fumaça preta e a branca?
O conclave dura vários dias e os cardeais votam várias vezes, até que algum dos candidatos consiga ser eleito com dois terços dos votos totais. A cada votação que não decide que será o papa, uma chaminé da Capela Sistina (onde acontece o conclave) solta uma fumaça preta. Quando finalmente o papa é escolhido, sai uma fumaça branca, indicando que o novo pontífice foi eleito.

E por que a escolha do novo papa importa para quem não é católico ou não tem religião?
Porque o catolicismo ainda é uma das religiões mais importantes do mundo, especialmente no Brasil, a maior nação católica do planeta Aqui, 73% das pessoas se dizem católicas. As opiniões da Igreja são seguidas por muitas pessoas e têm impactos sociais importantes. Por exemplo: os católicos não podem usar camisinha. Se o novo papa for mais liberal, ele pode até dizer que é aceitável o uso dos preservativos para evitar vírus como o HIV. Isso pode ter impacto na vida de muitos.

Saiba mais:
Folha 
Estadão
New York Times (em inglês)

Um comentário