O que é a prisão de Guantánamo?

(Foto: Reprodução do filme “Road to Guantánamo”)

Eu vi hoje que o Obama prometeu fechar a prisão de Guantánamo. Aliás, já tinha ouvido falar disso. O que é essa prisão?
A prisão de Guantánamo fica no sul de Cuba, dentro de uma base militar dos Estados Unidos. Lá, existem hoje 166 presos, todos acusados de terem cometido atos de terrorismo contra os EUA.

Em Cuba? Mas esse não é um país comunista? Como eles deixaram os EUA fazer uma base lá?
Essa base existe faz tempo, desde antes da Revolução Cubana, que aconteceu em 1961. Na verdade, esse território é como se fosse um pedaço dos EUA.

Nossa, que coisa estranha. E o que tem de especial nessa prisão? Por que querem que o Obama feche o lugar?
Primeiro, por que as pessoas que foram levadas para lá não foram julgadas pelos crimes que eles cometeram. Segundo, porque já houve várias denúncias de que os presos sofreram abusos dos guardas da prisão. Por exemplo:, nos interrogatórios, agentes da CIA teriam usado tortura física e psicológica para obter informações.

Como essas pessoas ficam presas sem serem julgadas?
Depois dos ataques de 11 de setembro de 2001, o Congresso dos EUA passou um conjunto de leis para facilitar as investigações sobre terrorismo. Essas leis permitem que as autoridades prendam pessoas suspeitas sem terem que passar pelos procedimentos legais normais. O raciocínio dessas leis é o seguinte: o terrorismo é uma questão de segurança máxima do país. Se eles tivessem que cumprir todas as exigências normais, ia demorar muito tempo para investigar esses suspeitos e não haveria tempo de evitar um ataque. Desse jeito, fica mais fácil e mais rápido. O problema é que as autoridades dos EUA exageraram em muitos casos.

E agora, o que vai acontecer?
O presidente Obama disse que pretende fechar a prisão e transferir os presos para outros lugares. O problema é que para fazer isso ele depende dos deputados e senadores do país e não se sabe se eles vão aprovar o fechamento de Guantánamo. Mesmo assim, o problema não será resolvido: existe uma prisão parecida em Bagram, no Afeganistão. E essa está bem longe de ser fechada.

Saiba mais:
El País (em espanhol)
Entrevista com um advogado que defende presos em Guantánamo
Relatório divulga abusos da CIA em Guantánamo (em inglês)