Manifestantes na praia de Copacabana demonstram solidariedade a Amarildo (Foto: Agência Brasil)

Por que estão perguntando onde o Amarildo está? Aliás, quem é o Amarildo?
Porque ele sumiu e ninguém consegue encontrar! Eu também não sabia quem era o Amarildo, então eu te explico: Amarildo de Souza tem 43 anos e é  morador da favela da Rocinha, no Rio.

Tá, mas e daí que o Amarildo sumiu?
Ele sumiu no dia 14 de julho de 2013. Ele foi levado da frente de sua casa por quatro policiais da Unidade de Polícia Pacificadora. Suspeita-se de que ele tenha sido confundido com um traficante e encaminhado para a sede da UPP.

Ele foi preso, então?
Não se sabe. O que se sabe é que depois que a polícia levou o Amarildo, ele nunca mais apareceu. A polícia diz que ele foi interrogado por cinco minutos e assim que perceberam que não se tratava de um traficante, pôde ir embora.

Alguém matou o tal do Amarildo?
Também não se sabe. Fizeram até um exame de DNA em uma viatura que estava manchada de sangue. Mas o resultado mostrou que não era do Amarildo.

Pô, ninguém viu nada? Não tinha câmera em lugar nenhum? 
A polícia está analisando imagens de câmeras instaladas pela Rocinha. Na UPP, existem câmeras de vigilância. Só que duas elas estavam desligadas no dia em que o pedreiro sumiu porque a fonte de alimentação queimou.

É muito estranha essa história. Mas por que o pessoal está protestando tanto?
Pensa só, uma pessoa inocente é levada para ser interrogada pela polícia e some do mapa. Tudo bem que a gente ainda não sabe o que aconteceu, mas dá pra entender porque as pessoas estão revoltadas. A Anistia Internacional (organização que defende os direitos humanos) está preocupada com esse caso, segundo o que disse o diretor Átila Roque.

Ah, mas será que ele é tão inocente assim?
Bom, meu amigo, não existia nenhuma acusação formal contra ele. Ele também não foi preso em flagrante. Foi levado porque se parecia com um traficante conhecido pela polícia. A gente não sabe nada do Amarildo, é verdade, mas, como eu já disse em outro post, as pessoas deveriam ser consideradas inocentes sempre, antes de qualquer coisa. Deveria ser um direito que todos têm, mas na prática não é assim que funciona, principalmente para quem mora em favelas e outras áreas pobres.

E agora?
Agora está todo mundo atrás do Amarildo, incluindo o Ministério Público e a Divisão de Homicídios. Estão investigando se o Amarildo foi morto pelos policiais. Também não se descarta a possibilidade de traficantes terem assassinado o pedreiro.  Além das imagens, que eu já citei, estão analisando as informações dos GPS das viaturas (que também não estavam funcionando)  que circulam para a Rocinha, para ver se existe alguma pista do paradeiro do Amarildo.

Saiba mais:
Carta Capital: Desaparecimento do pedreiro Amarildo preocupa e comove no Rio
Folha: Família de Amarildo diz acreditar que pedreiro já está morto
G1: Ato por Amarildo na Rocinha vai até o Leblon e termina na rua de Cabral