Créditos da imagem: Joan Miró, Personagens com Estrela, 1933  (78” x 97”, Art Institute of Chicago, Photo by Xevi V via Flickr, Creative Commons Attribution-Non Commercial -Share Alike 2.0 Generic License). 

São Paulo vai receber mais uma megaexposição, não é? De um tal de Miró. Quem é ele?
Joan Miró (1893-1983) foi um artista nascido na Catalunha (Espanha). Foi principalmente pintor, mas usou outras formas de arte durante a carreira, como a escultura e a tapeçaria. E sim, São Paulo recebe a exposição com 112 obras de Miró no Instituto Tomie Ohtake. Já está aberta, aliás.

Já ouvi falar no nome dele. Ele deve ser bem importante, não é?
Muito. É considerado um dos principais artistas do século 20. Usava traços simples e muitas cores para criar desenhos abstratos.

Pintura abstrata é aquela que o desenho não mostra nada, não é?
Depende do que você chamar de “mostrar”. Sim, muitas vezes o que se vê em quadros e pinturas abstratos não corresponde a nada que nós consigamos reconhecer imediatamente. Mas mostram muitas coisas. No caso de Miró, ele expressava suas emoções através das cores escolhidas e do traço que colocava na tela. Durante o período em que a Espanha viveu uma Guerra Civil (na qual quase um milhão de pessoas morreram), o pintor trocou cores alegres por tons mais escuros e tristes.

O pintor espanhol Joan Miró.

O pintor espanhol Joan Miró.

O que foi essa Guerra Civil? 
Fazendo um resumo rápido: tratou-se de um conflito interno da Espanha, que durou de 1936 a 1939. A disputa começou quando as forças comandadas pelo general Francisco Franco (ligado à Alemanha de Hitler e ao fascismo), deram um golpe de estado derrubando o governo republicano. A partir disso, uma parte do país lutou contra Franco (incluindo a Catalunha, terra natal de Miró).

Miró morreu na Guerra?
Não. Muitos artistas foram perseguidos pela ditadura de Franco (que durou até 1978), mas o pintor catalão conseguiu ir para o exílio e morou em Paris durante esse período. Morreu em 1983, na Espanha.

Por que eu deveria ver essa mostra?
Porque ele é um dos maiores pintores da história, para começar. É estudado não só por que se interessa por arte, mas também por historiadores, jornalistas e cientistas sociais. Ou seja, você estará vendo, ao vivo, a um pedaço da história. Mas, mais importante, porque os quadros de Miró são muito bonitos e emocionantes. Apesar de serem “abstratos”, se parecem muito com desenhos infantis. Muitos, como eu já disse, são coloridos. É um tipo de arte que pode agradar adultos e as crianças.

Saiba mais
Joan Miró é tema de exposição que reúne telas e esculturas do surrealista – Folha
Miró: uma vida em quadros (em inglês) – The Guardian
Matéria sobre a Guerra Civil Espanhola – Aventuras na História

Um comentário

  1. maria idalina medalha dos santos

    Fiquei encantada com sua arte…quando visitei a Espanha. Enfim toda Espanha e’ encantadora…!!!