Você viu a foto daquele menino sírio que morreu na praia? Por que ele fugiu do seu país?
Porque a Síria está em guerra civil desde 2011. Por causa da violência, milhares de pessoas têm deixado o país todos os dias. Como se não bastasse isso, o grupo terrorista Estado Islâmico (também conhecido como Isis) está invadindo cidades no país. Com medo de serem presas e mortas pelo EI, as pessoas têm fugido.

E para onde essa gente toda está indo?
Várias partes do mundo, principalmente à Europa.

Os europeus querem receber toda essa gente?
Alguns países, como Grécia, Áustria e Hungria, não têm sido muito receptivos. Já a Alemanha disse receberia alguns desses refugiados, o que aconteceu no último sábado.

 

O Brasil fez alguma coisa? Aposto que não, para variar.
Fez sim. A presidenta Dilma disse ontem (7) que nosso país poderia abrigar mais refugiados. Digo mais porque, segundo a Folha, já existem cerca de 2.077 vivendo aqui desde que a guerra civil começou.

E como esse menino morreu? Algum exército matou ele?
Não. Ele ia da Síria em direção à Europa com a família em um barco precário. A embarcação sofreu um acidente e dezenas de pessoas morreram afogadas, incluindo o garoto, chamado Aylan Kurdi, 3. A foto que ficou famosa foi feita na Turquia.

Por que a Síria está em guerra?
Desde 26 de janeiro de 2011 o país está em guerra civil, o que quer dizer que os próprios sírios estão lutando entre si. Já morreram mais de 70 mil pessoas e um milhão saíram do país, fugindo da guerra.

Estão brigando por causa do quê?
Uma parte do povo sírio quer a saída de Bashar Al-Assad, um ditador que comanda o país desde 2000, ou seja, há mais de 13 anos. Ele recebeu o cargo de seu pai, que ficou no poder por mais de 30 anos.

E por que, assim, de repente, o povo se cansou dele e pediu pra o homem sair?
Isso aconteceu por causa da chamada Primavera Árabe, que começou no final de 2010, quando o ditador da Tunísia foi derrubado e incentivou vários outros países a fazer o mesmo – como, por exemplo, o Egito.

Ah, sei, aquela história de revolução do Facebook, né?
Hum, não exatamente. Sim, alguns grupos usaram redes sociais para organizar protestos, mas as derrubadas dos ditadores não aconteceram por causa da internet: elas foram possíveis porque as pessoas pressionaram os governos e foram às ruas. No Egito, que a gente já citou, a primavera só ficou forte mesmo quando o governo cortou a internet do país. Aí o povo foi mesmo pra rua e derrubou o Mubarak.

Tá, mas e na Síria, por que o cara está lá ainda?
Porque o conflito deixou de ser só político e chegou às vias de fato. O governo reagiu usando o exército. Aí, grupos da oposição também se armaram e começaram a combater o governo.

Posso ajudar os refugiados que moram no Brasil?
Claro. Várias organizações e instituições estão recebendo doações. A revista Vida Simples fez uma lista, clique no link: http://vidasimples.uol.com.br/noticias/compartilhe/como-ajudar-os-refugiados-sirios.phtml

 

46 comentários

  1. thelma

    só faltou citar quem é que incita essa zona toda, enriquecendo colocando armas nas mãos do galerê, por interesses não muito nobres….

  2. Renata

    Obrigada por manter esse site. O trabalho que vocês realizam é admirável.

    • Amanda

      guerra civil significa uma guerra entre os povos de um mesmo pais entao sao sírios lutando contra sírios.

  3. marcos antonio

    …e o que tem à ver o estado islãmico com a guerra civil na Síria? ele é contra ou à favor do ditador sírio, quem está em guerra com quem?

  4. Ildemberg Fagundes

    Conheci o site agora. Que jeito maravilhoso de explicar! Adorei! Parabens! :)

  5. Nataly

    Excelente! Encontrei aqui todas as informações que eu precisava de forma clara e simples. Vocês estão de parabéns!

  6. Martinha Rocha

    Ótimo, entendi pois estava sem noção destas pessoas estarem fugindo de seu País, valeu!!

  7. Latifah

    Deprimente essa explicação. A Síria não está em guerra civil. O país foi invadido por terroristas da Al Qaeda, Hamás, Jihad…. nenhum terrorista do EI é sirio. Bashar Al Assad é adorado pelo povo, porém ele é minoria alawita e nunca os sunitas aceitaram um alawita no poder. A guerra é um jogo de poder geográfico que inclui aí todos os governos mundiais. Querem o território, de outra forma, algo já teria sido feito para por fim à esta guerra. Preferem receber refugiados miseráveis do que colocar fim ao terrorismo. Não percebem que isto é um jogo do Ocidente contra o Oriente? E pior, apoiados pelos países do golfo os mais ricos, todos aliados e que diga-se de passagem, não acolheu nenhum refugiado. Ao contrário, mandaram os sírios emhora como foi no caso do Qatar. Péssima matéria,. Sorry!

  8. Anna Beatriz Romão

    Amei a maneira que vocês explicam as coisas, realmente muito bom!
    Obs: Já salvei o site como favorito! Hahaha !
    Obrigada!

  9. ana pauka

    Nossa….Otima explicação,breve e simples…Mas fiquei querendo saber,quem da as armas para a população??

  10. Marianna

    Conheci o site agora e estou encantada com a forma que redigem. Parabéns pela ótima qualidade textual.

  11. Ana Muzy

    Nunca vi um site explicar uma guerra tão difícil e injusta como esse site, estão de parabéns, simples e rápido.

  12. Adilson

    Site maravilhoso, parabéns. Pode se dizer que esse site fala na “linguagem dos jovens” o que fica mais fácil e interessante de entender, por isso mais uma vez, parabéns!

  13. Paulo Barbosa

    AINDA NÃO INTENDO PORQUE QUE A ONU NÃO TOMA ALGUMA PROVIDENCIA PARA ACABAR COM ESSE DITADOR E. OS TERRORISTAS ISLAMICOS. PORQUE.ESSES TERRORISTAS DISFARÇADOS PODEM. SE INFILTRAREM NOS PAISES QUE ESTÃO DANDO APOIO A ESSES REFUJIADOS.ENTÃO O MUNDO TEM QUE DEVASTAR O MAL NESSE PAIS PARA QUE OS SIRIOS RETORNE AO SEU PAIS EM PAZ…

  14. Tha

    Estava com algumas dúvidas em relação a esse acontecimentos. Excelente, elas foram todas esclarecidas!!!

  15. odenio

    gostaria de saber se os Estados Unidos estão recebendo alguns desses refugiados.pois já que gostam tanto de ajudar países em guerra.pois fizeram isso no Iraque e afeganistão.

  16. dirce teixeira

    muito bem explicado obrigada também gostaria de saber sobre o Iemêm

  17. odenio

    fiz um comentário a respeito dos refugiados Sírio,porém onde preciso moderar, a pedido do sait

  18. Heloisa Reis

    Amei o site, explicam tudo bem certinho de um jeito bem fácil de pegar

  19. Olliver

    Deprimente essa explicação. A Síria não está em guerra civil. O país foi invadido por terroristas da Al Qaeda, Hamás, Jihad…. nenhum terrorista do EI é sirio. Bashar Al Assad é adorado pelo povo, porém ele é minoria alawita e nunca os sunitas aceitaram um alawita no poder. A guerra é um jogo de poder geográfico que inclui aí todos os governos mundiais. Querem o território, de outra forma, algo já teria sido feito para por fim à esta guerra. Preferem receber refugiados miseráveis do que colocar fim ao terrorismo. Não percebem que isto é um jogo do Ocidente contra o Oriente? E pior, apoiados pelos países do golfo os mais ricos, todos aliados e que diga-se de passagem, não acolheu nenhum refugiado. Ao contrário, mandaram os sírios emhora como foi no caso do Qatar. Péssima matéria,. Sorry!