Hoje todos os portais de notícias estão falando do tal do David Bowie. Quem é ele?

David Bowie é um cantor e compositor inglês, que morreu hoje (11) por causa de um câncer. Está todo mundo falando dele porque se trata de uma figura importante no mundo da música e no rock.

Mas o que ele fez para ser importante?

Bowie era um artista com visão de futuro. Ele conseguia prever o que faria sucesso e se antecipava, lançando discos com estilos diferentes e trabalhando com artistas que depois ficariam famosos.

David Bowie – “Heroes”

 

Calma, não entendi.

Ele tinha a sensibilidade de perceber como a música (e a moda) seriam nos anos seguintes. Por exemplo, na capa do disco “Hunky Dory”, o cantor aparece com um vestido longo, feminino. Naquela época (anos 70), era raro ver um popstar brincando com a ideia de gênero. Ao longo da década de 70  isso se tornou mais comum, mas Bowie foi um dos primeiros a fazer isso.

Então ele era bom porque se vestia de mulher?

Também. Além disso, era excelente compositor e estava ligado a novidades musicais. Em 1997 lançou o disco Earthling, que tem uma forte influência da música eletrônica. A partir do final da década de 1990 e o começo dos anos 2000, esse tipo de música ficou muito popular e dominou as paradas. Nesse mesmo disco, Bowie fez uma parceria com a banda Nine Inch Nails que, até então, era conhecida apenas de um círculo restrito de pessoas. Depois de aparecer num álbum do cantor inglês, o NIN começou a fazer sucesso mundial.

Mas muita gente faz sucesso. Por que ele é diferente?

Porque Bowie estava sempre nas paradas de sucesso. Desde os anos 70 até hoje, seus discos recebem muita atenção da imprensa e do público. Ele foi um artista que conseguiu se manter em evidência durante décadas sem perder a criatividade justamente porque sempre estava em busca de novidades em sua música.

Ele morreu do quê?

Um câncer, que foi descoberto há um ano e meio. Mas o cantor manteve seu estado de saúde em segredo o tempo todo. Por isso, a notícia de sua morte foi uma surpresa.

David Bowie – “Let’s Dance”

 


 

Saiba mais:
David Bowie passou a vida implodindo a si mesmo (Estadão)