Entenda a liberação do Uber em SP

Tem um monte de notícia sobre a liberação do Uber em São Paulo. O que aconteceu?
Fernando Haddad, prefeito da capital paulista, disse hoje (10) que vai publicar um decreto (ordem) autorizando o transporte individual por aplicativos em São Paulo. Ou seja, vai permitir que empresas como o Uber funcionem.

Como vai funcionar isso?
A prefeitura vai permitir que as empresas prestem serviços, mas vai cobrar uma taxa de R$ 0,10 por quilômetro rodado na corrida.

Mas e os táxis? A prefeitura está deixando os taxistas na mão?
Segundo a avaliação da prefeitura,, o Uber não vai atrapalhar os táxis, já que existe espaço para que até 5 mil novos veículos façam o transporte individual em São Paulo. Além disso, os motoristas do Uber não trabalham todos os dias da semana; eles fazem corridas principalmente aos finais de semana. Caso o número de motoristas dos aplicativos cresça demais, a prefeitura pode aumentar essa taxa por quilômetro rodado. Desse jeito, o preço do táxi fica mais baixo e os passageiros irão procurar o transporte mais barato.

Se só agora o Haddad tomou uma decisão sobre isso? O Uber era ilegal, então?
Não. O Uber funcionava porque decisões da justiça permitiam que os motoristas trabalhassem enquanto os aplicativos não eral regulamentados.

Mas eu vi outro dia que a Cãmara dos Vereadores não quis regulamentar o Uber… Estou enganado?
Não, não está. Isso de fato aconteceu. Um projeto de lei que tentava resolver essa questão não foi nem votado pelos vereadores. Foi por isso que Fernando Haddad fez esse decreto, para que a questão fosse resolvida.


Saiba mais:

Me Explica?: Entenda a polêmica do Uber
CBN João Pessoa: Editor do Me Explica? fala sobre o Uber
G1: Haddad autoriza Uber em São Paulo por decreto
Wikipédia: Decreto