Foto: Contraf/Divulgação

Por que os bancários entraram em greve?

Hoje (6), a Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) anunciou a greve, como você já sabe. Eles tomaram essa decisão porque rejeitaram a proposta de aumento de salário oferecida pela Federação Nacional dos Bancos.

O que os bancários pedem?

Pedem um reajuste salarial (aumento) de 5% e a reposição das perdas causadas pela inflação, estimadas em 9,57% dos salários. Além disso, querem R$ 880 em vale-alimentação e vale-refeição, auxílio-creche e 13a. cesta. Por último, pedem que o piso (valor mínimo) do salário dos bancários seja de R$ 3.940,24.

E a Febraban oferece o quê?

Oferece um aumento de 6,5% sobre o salário e os benefícios que os bancários recebem. Também oferece um abono (um valor extra) de R$ 3.000 e o piso de R$ 2.842,96. Ou seja: a proposta está abaixo do que os bancários pedem.

O que é inflação?

É o aumento geral nos preços. Se a inflação se mantém alta por vários meses seguidos, como tem acontecido, o poder de compra das pessoas fica menor. A não ser, claro, que os salários aumentem para compensar essa perda. Para saber mais sobre a inflação, leia o texto que fizemos: http://meexplica.com/2016/03/o-que-e-a-inflacao

Os bancários podem fazer isso? Parar de trabalhar porque não concordam?

Podem. Esse é um direito que está assegurado pela Constituição, o direito à greve. É uma ferramenta que os trabalhadores podem usar para forçar uma negociação com os patrões. Mas existem algumas regras para que isso ocorra. Leia mais sobre isso aqui: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/05/direito-de-greve-no-brasil-esta-garantido-pela-constituicao-mas-existem-limites.html

E não é injusto que a gente tenha que sofrer por causa dessa greve?

Bom, com certeza é irritante, especialmente quando precisamos resolver alguma coisa na agência e não podemos. Mas, como eu já disse, esse é um direito dos trabalhadores. E, desde que os sindicatos respeitem as regras, temos de respeitar esse direito.

Todos os serviços dos bancos param de funcionar?

Não, o que fecha são as agências. Mas os caixas eletrônicos, o atendimento telefônico e o internet banking continuarão a funcionar.

Quando vai acabar a greve?

Não se sabe. Os bancários não determinaram um prazo.


Saiba mais:

Folha: Bancários iniciam greve nacional por tempo indeterminado nesta terça
G1: Mesmo diante de crise, lucro dos bancos não para de crescer
Jornal Nacional: Direito de greve no Brasil está garantido pela Constituição, mas existem limites