Você viu a foto daquele menino sírio que morreu na praia? Por que ele fugiu do seu país?
Porque a Síria está em guerra civil desde 2011. Por causa da violência, milhares de pessoas têm deixado o país todos os dias. Como se não bastasse isso, o grupo terrorista Estado Islâmico (também conhecido como Isis) está invadindo cidades no país. Com medo de serem presas e mortas pelo EI, as pessoas têm fugido.

E para onde essa gente toda está indo?
Várias partes do mundo, principalmente à Europa.

Os europeus querem receber toda essa gente?
Alguns países, como Grécia, Áustria e Hungria, não têm sido muito receptivos. Já a Alemanha disse receberia alguns desses refugiados, o que aconteceu no último sábado.

 

O Brasil fez alguma coisa? Aposto que não, para variar.
Fez sim. A presidenta Dilma disse ontem (7) que nosso país poderia abrigar mais refugiados. Digo mais porque, segundo a Folha, já existem cerca de 2.077 vivendo aqui desde que a guerra civil começou.

E como esse menino morreu? Algum exército matou ele?
Não. Ele ia da Síria em direção à Europa com a família em um barco precário. A embarcação sofreu um acidente e dezenas de pessoas morreram afogadas, incluindo o garoto, chamado Aylan Kurdi, 3. A foto que ficou famosa foi feita na Turquia.

Por que a Síria está em guerra?
Desde 26 de janeiro de 2011 o país está em guerra civil, o que quer dizer que os próprios sírios estão lutando entre si. Já morreram mais de 70 mil pessoas e um milhão saíram do país, fugindo da guerra.

Estão brigando por causa do quê?
Uma parte do povo sírio quer a saída de Bashar Al-Assad, um ditador que comanda o país desde 2000, ou seja, há mais de 13 anos. Ele recebeu o cargo de seu pai, que ficou no poder por mais de 30 anos.

E por que, assim, de repente, o povo se cansou dele e pediu pra o homem sair?
Isso aconteceu por causa da chamada Primavera Árabe, que começou no final de 2010, quando o ditador da Tunísia foi derrubado e incentivou vários outros países a fazer o mesmo – como, por exemplo, o Egito.

Ah, sei, aquela história de revolução do Facebook, né?
Hum, não exatamente. Sim, alguns grupos usaram redes sociais para organizar protestos, mas as derrubadas dos ditadores não aconteceram por causa da internet: elas foram possíveis porque as pessoas pressionaram os governos e foram às ruas. No Egito, que a gente já citou, a primavera só ficou forte mesmo quando o governo cortou a internet do país. Aí o povo foi mesmo pra rua e derrubou o Mubarak.

Tá, mas e na Síria, por que o cara está lá ainda?
Porque o conflito deixou de ser só político e chegou às vias de fato. O governo reagiu usando o exército. Aí, grupos da oposição também se armaram e começaram a combater o governo.

Posso ajudar os refugiados que moram no Brasil?
Claro. Várias organizações e instituições estão recebendo doações. A revista Vida Simples fez uma lista, clique no link: http://vidasimples.uol.com.br/noticias/compartilhe/como-ajudar-os-refugiados-sirios.phtml

 

Me Explica?

Autor Me Explica?

Mais posts de Me Explica?

Join the discussion 46 Comments

Deixe seu comentário