Clique para ouvir o podcast

O Brasil está pegando fogo. Claro, já faz tempo. Mas, dessa vez, estou falando de fogo no sentido literal. 

Dois dos biomas mais importantes do nosso país têm sofrido com as queimadas, a Amazônia e o Pantanal. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE, registrou 26.656 focos de calor na região amazônica. Esse é um recorde para o mês de setembro. A Amazônia vem sofrendo também com o desmatamento, que aumentou 34% no primeiro semestre do ano. 

No Pantanal, o número de queimadas também bateu recorde. Setembro já é o mês com o maior número de queimadas registradas na história. 
Mas não foi só em setembro que o Pantanal sofreu. O primeiro semestre de 2020 foi o semestre com o maior número de queimadas da história. Esse fogo todo está causando a morte de plantas e muitos animais, como onças, antas e araras-azuis. 

E por que estamos vendo esse fogaréu todo? O que está acontecendo?

Bom, em primeiro lugar, estamos no meio da estação seca do ano nas duas regiões. Isso quer dizer que as plantas ficam menos úmidas, claro, e pegam fogo mais facilmente. Esse é um lado do problema.

Outro problema é a ação humana. Como assim? É isso mesmo que você está pensando. Gente que tem terras na Amazônia e no Pantanal estão colocando fogo nas matas. Eles causam esses incêndios para limpar terrenos. Em outros casos, os incêndios são criminosos mesmo, são causados para destruir a vegetação e abrir espaço para a agricultura e a pecuária. A Polícia Federal diz que está investigando a causa desses incêndios, especialmente no Pantanal. 

Eu não preciso nem explicar que essas queimadas todas estão colocando em risco a vida dos animais e das plantas. Mais do que isso, corremos o risco de ver essas duas regiões sumirem do mapa por conta dessa devastação toda. A fumaça dos incêndios foi tão forte, que ela se espalhou pelo Brasil e pela América do Sul toda. Em São Paulo, o dia ficou nublado de tanta fumaça. Em lugares mais próximos dos incêndios, o ar ficou poluído. 

E o que está sendo feito para combater essa tragédia ecológica nacional? Bom, o Exército já está na Amazônia há alguns meses e teoricamente está justamente combatendo o desmatamento ilegal. Como eu já disse, a Polícia Federal está investigando se as queimadas foram causadas por criminosos. E o governo, o que diz?

Eles negam que haja problemas. Integrantes do governo divulgaram um vídeo dizendo que as matas brasileiras não estavam pegando fogo. O único problema é que o vídeo mostrava plantas e animais da Mata Atlântica, que não tem nada a ver com a história. O vice-presidente, Hamilton Mourão, disse que os dados do INPE são falsos e atribuiu os números alarmantes a uma suposta sabotagem ao governo.

Só que ele não deu provas de que os dados estão errados e o INPE publicou uma nota negando qualquer problema em seus dados. O INPE, aliás, monitora os incêndios de matas no Brasil há décadas e faz parte do próprio governo brasileiro. 

Além disso, nenhum integrante do governo explicou as imagens que vários veículos de imprensa mostraram das queimadas e dos animais feridos e carbonizados.

Saiba mais sobre esse assunto consultando os seguintes links: 
Queimadas no Pantanal já superam em 16 dias todos os setembros; mês deve ser o pior da história
Em 14 dias do mês, Amazônia já tem mais queimadas que em todo setembro do ano passado
Fumaça das queimadas se estende por mais de 4 mil quilômetros e atinge países vizinhos. 
Fumaça das queimadas se estende por 3 mil quilômetros e atinge Sul e Sudeste.  
Chuva preta e dia escuro: as dificuldades que as queimadas no Pantanal e na Amazônia podem levar a outras regiões. 

Me Explica?

Autor Me Explica?

Mais posts de Me Explica?

Deixe seu comentário